Sobre Produtos

A qualidade dos nossos produtos se inicia muito antes de se colher frutos na maturação correta.

Primeiramente, verificamos as condições climáticas para selecionar as espécies que melhor se adaptam à nossa região.

Na sequência, analisamos a terra em que iremos cultivar, verificando se os nutrientes e composição química estão perfeitos para o cultivo, corrigindo o solo de forma orgânica.

Analisamos também a água que utilizamos para a irrigação das plantas, proveniente de poços artesianos, sendo esta, livre de qualquer contaminação.
As mudas são de origem orgânica, muitas delas provenientes de nossa própria plantação.

Um ponto muito importante é a adubação, pois orgânico não é somente não utilizar agrotóxico, mas também utilizar adubos orgânicos e nada de adubos químicos!

Também nos preocupamos com os agricultores que estão ao nosso redor, para que não contaminem nossos frutos. O relevo neste ponto é muito importante, pois quando chove, a água pode escorrer e contaminar nosso solo.

Existem várias formas simples de se proteger, é preciso estar sempre atento! Nossa plantação está localizada no centro do terreno, sendo cercada por árvores nativas, fazendo assim, uma barreira natural. Também estamos em um ponto mais alto com relação ao relevo dos nossos vizinhos.


Para que uma flor se transforme em fruto é necessário, na maioria das fruteiras, que ocorra a polinização, ou seja a transferência dos grãos de pólen das anteras (parte masculina da flor) para o estigma (parte feminina), o que acontece através do vento ou de insetos.

Os insetos polinizadores, como abelhas, vespas, entre outros, visitam as flores para alimentar-se do néctar que está no interior. Como o corpo destes insetos contém pelos, o pólen fica aderente a estes.

Os insetos ao visitarem as diferentes flores vão, indiretamente, efetuando o transporte dos grãos de pólen de flor em flor. Em geral, os insetos polinizadores não são atraídos para as flores pela cor das pétalas, mas sim, pelo pólen ou pela riqueza do néctar que contêm.

Por este motivo, temos algumas colmeias com abelhas em nossa propriedade e cultivamos mel de forma orgânica. Trabalhamos com abelhas africanas e também com a Jataí, abelha sem ferrão nativa do Brasil.

Normalmente uma fruta é colhida antes do tempo exato de maturação, para poder chegar em bom estado às distribuidoras e não alcançam seu nível nutricional máximo. Nós procuramos trabalhar com famílias próximas à nossa fábrica, fomentando a agricultura local e a sustentabilidade. Assim temos um fruto fresco e colhido no ponto exato de maturação!

     

As frutas maduras são colhidas manualmente com o máximo de cuidado. Não utilizamos luvas, o tato é uma forma de sabermos se o fruto está realmente no ponto exato de colheita. Nesta etapa é feita a primeira seleção das frutas.

Depois de higienizadas, elas chegam à fábrica, aonde passam por um segundo processo de seleção manual, ainda mais rigoroso, seguindo para a preparação.

As frutas são descascadas manualmente, sempre retirando alguns defeitos encontrados.
Algumas frutas são despolpadas manualmente, separando toda a semente e o bagaço, restando somente a polpa em sua forma mais pura. Um processo lento, porém garante uma qualidade superior de nossos produtos.

Na Geleia de Laranja, por exemplos, utilizamos as cascas em nossa receita. Para isso, selecionamos as cascas com cor e formato adequado, retiramos as partes brancas e as cortamos em tiras de tamanhos similares, tudo isso elaborado de forma manual.

Em nossa produção não utilizamos grandes tachos, e sim pequenas panelas. Cada receita tem no máximo 1 quilo de fruta. Não utilizamos gelificantes em nossa produção, demandando mais tempo para chegar no ponto. Ficamos o tempo todo mexendo e acompanhando o cozimento das frutas até chegarem no ponto exato para o envase.

Quando prontas, vamos para o envaze, que novamente é feito de forma manual. Procuramos preservar os pedaços das frutas, sendo necessário contar quantos pedaços têm em cada pote, para manter sempre um padrão.

Depois de envasados, em algumas receitas, ainda fazemos o reposicionamento dos pedaços já dentro do vidro. Tudo isso de forma manual, para proporcionar uma experiência extraordinária já na apresentação!

Seguimos para a rotulação, aonde é feita a última conferência, analisando de forma criteriosa a disposição das frutas no vidro e encontrando o melhor local para posicionar o rótulo. Isso tudo, é claro, feito de forma manual!

Sempre nos preocupamos com a apresentação dos nosso produtos, por isso, sempre investimos em design, para uma experiência deliciosa e elegante à mesa do consumidor.

Em nossos produtos utilizamos açúcar orgânico em quantidade mínima, somente para realçar o sabor da fruta. Dependendo da receita, utilizamos diferentes tipos de açúcar, como o mascavo ou de coco, e em algumas receitas não utilizamos nada de açúcar, somente a fruta.